Sindicato dos Empregados no Comércio de Americana, Nova Odessa e Cosmópolis
Comerciários vão reforçar a Marcha da Classe Trabalhadora

O presidente Motta, da Fecomerciários, está convocando todos os 68 Sindicatos Filiados, através de circular, para participar da 8ª Marcha da Classe Trabalhadora organizada pela UGT e demais Centrais Sindicais, que esperam colocar 50 mil pessoas nas ruas de São Paulo no dia 9 de abril. O objetivo é cobrar do governo federal e do Congresso Nacional, avanços nas negociações da Pauta Trabalhista. Nos Estados, a UGT e as Centrais vão realizar manifestações e passeatas.

Entre as reivindicações estão: fim do fator previdenciário, redução da jornada de trabalho, não à PL da terceirização, mobilidade urbana, reforma agrária, igualdade de oportunidade entre homens e mulheres, reajuste das aposentadorias, investimentos em saúde, educação, segurança, entre outras.

Todas as Centrais estão mobilizando suas bases no Estado de São Paulo. Mais de 1.300 ônibus chegarão à capital trazendo delegações de trabalhadores do Interior e dos bairros. "Estamos mobilizando os trabalhadores de várias categorias, filiados à UGT, tanto da cidade de São Paulo como da região metropolitana para essa grande manifestação", disse Ricardo Patah, presidente nacional da UGT.

A concentração dos trabalhadores será na Praça da Sé, região central, a partir das 10 horas. De lá, os manifestantes seguem em passeata rumo ao Masp, localizado na avenida Paulista, onde será realizado o grande ato.

Segundo o presidente Motta, na concentração serão distribuídas camisetas e bandeiras confeccionadas pela Federação.

Luiz Carlos Motta
Presidente da Fecomerciários

Filiação:

Criado e Desenvolvido por Reami Comunicação

SINCOMERCIÁRIOS. Todos os direitos reservados.